undefined

Qualquer que seja o nome dado, a realidade é que há pessoas que resistem a situações laborais complexas com mais facilidade do que outras. Fazer face aos problemas profissionais depende muito de como o indivíduo lida com eles e é sabido que manter-se ativo e otimista é a chave para conseguir enfrentar as oscilações do mercado. Mas, não só.
Ter objetivos claros faz com que se consiga ter as prioridades bem definidas e isso é essencial para quando outras situações o podem levar a dispersar. Além disso, nas empresas, se todos estiverem conscientes dos objetivos, podem também contribuir com ideias úteis que podem fazer a diferença no futuro.
Capacidade de adaptação é igualmente essencial. Cada empresa tem que conseguir reformular-se para satisfazer as necessidades reais dos seus clientes. Para isso é necessário ter sensibilidade para identificar as mudanças e reinventar-se.
Aceitar que determinada estratégia não resultou faz também parte de quem resiste às adversidades porque, passada esta fase, quando voltar a emergir, vai ficar duplamente satisfeito pelas capacidades que entretanto desenvolveu para responder à crise.

Adaptado de artigo de Gwen Moran