undefined

Dizem que a criatividade não é um botão que se liga e desliga, mas podemos tentar que seja encontrada quando lhe pedem ideias rápidas ou surge um desafio urgente.

A primeira tática é “sair da caixa”. Por exemplo, sabe que está limitado em tempo, orçamento, contexto, etc. mas, pense como se não estivesse. Imagine–se num plano ideal em que pode fazer tudo o que for necessário para resolver a questão. Muitas das ideias podem não ser realistas, mas indicam novos caminhos e soluções.

Se esta sugestão não resultou, passe para a seguinte: aponte num papel 20 possibilidades de ideias. Vá para um local onde não pode ser interrompido, desligue o telemóvel e comece a escrever. Seja disciplinado e escreva mesmo 20, pois a “ideia brilhante” até pode ser a última. Pode também começar a fazer este exercício diariamente, para que a sua criatividade seja cada vez mais estimulada.

Outra possibilidade passa por abrandar o seu ritmo. Afaste-se das "batalhas" do dia-a-dia de trabalho e contemple calmamente o que o rodeia. Muitas vezes, é quando o cérebro está afastado do problema, que surge a solução.

E você, o que costuma fazer para ter ideias criativas?

 

Adaptação artigo de Michael Levin