Para um tradutor, recorrer à Internet é tão natural quanto essencial. Esta ferramenta pode ser usada para pesquisar termos, definições, sinónimos, contextos em que a palavra pode ser utilizada e até visualizar imagens relacionadas com os temas procurados. Mas, muitas vezes a busca resulta em? nada ou algo que pouco tem a ver com o requerido. Identificámos os seguintes erros mais recorrentes de quando se faz uma pesquisa na Internet:

1 ? Escolher apenas um Google
Geralmente é o Google do seu país, neste caso o .pt. De modo a diversificar os resultados, experimente  consultar os sites Google de outros países, como Google.com.uk, Google.es ou apenas Google.com
 
2 ? Má escolha da palavra-chave e esta estar mal escrita
Um erro bastante comum quando não conhecemos ou dominamos a língua de destino ou na eventualidade de se estar a lidar com termos técnicos muito específicos. Escolher a palavra-chave correta e escrevê-la sem erros ortográficos vai acelerar o seu processo de pesquisa.

©morgeFILE.com
3 ? Pesquisar apenas num idioma
É, provavelmente, um dos lapsos mais usuais. Tente sempre escrever o termo de pesquisa noutras línguas, sobretudo o inglês, uma vez que a maioria da informação é veiculada neste idioma.

4 ? Achar que nada existe para além do Google
Sim, existem outras ferramentas de busca de informação na Internet e pode optar por aquela que for mais apropriada para a sua pesquisa.  Por exemplo, os motores de busca Lycos.com, Gigablast.com ou até o Altavista.com.

5 ? Assumir que os primeiros resultados são os melhores
É rara a pessoa que não clica no primeiro resultado que aparece. Tente controlar a impaciência e navegue pelas páginas seguintes. Se necessário, refine a sua ?caça? através da pesquisa avançada (//www.google.pt/advanced_search)