Excluindo os agregados familiares que têm rendimentos claramente excessivos ( e que são uma minoria) o agregado familiar médio gasta 45% do seu rendimento em despesas que são praticamente fixas: habitação, água, energia e transportes.

Pode deduzir-se de uma forma aproximada que um aumento marginal de 10% no rendimento familiar induz um aumento de 20% nos gastos não fixos.

Se este número depois de analisado mais profundamente se mostrar suficientemente rigoroso a actividade económica interna seria fortemente estimulada pelo crescimento dos rendimentos e viceversa.

Outra fonte de aumento de rendimentos é a exportação. Esta depende de boa comunicação com os mercados só possível com boas traduções. A linguagem mais utilizada é o inglês. Por isso requere-se boa tradução de português para inglês. Autor: Fernando Heleno - M21 Global - Traduções Técnicas M21 Global