Notice: Undefined index: HTTP_ACCEPT_LANGUAGE in /var/www/vhosts/entrada_m21global.com/m21global.com/httpdocs/blog/classes/builder.php on line 5
 M21 Global - Dicas sobre Gestão e Tradução

Sim, vamos fazer! (*)

undefined

Nada é permanente, exceto a mudança (Heráclito, há 2500 anos)


A M21 Global ajuda-o a aproveitar a mudança seja na técnica, na produção, no marketing ou nas vendas… A M21 Global ajuda-o a fazer, a criar, a vender, a inovar, a chegar ao seu interlocutor, esteja este em Espanha, ou no outro lado do Mundo.


Em 1990 a tecnologia digital deu os primeiros passos para substituir o telemóvel analógico. A Motorola, que era a pioneira na telefonia móvel e tinha nessa tecnologia o seu principal mercado, hesitou.

No debate interno discutiu-se: deve a Motorola manter o seu foco no analógico, ou mudar para o digital? Continuar com as suas competências ou iniciar um novo jogo numa posição de fraqueza? Ambas as tecnologias poderão coexistir lado a lado? Ou apenas uma irá sobreviver?

Os engenheiros da empresa defenderam em cheio o analógico. O digital era simplesmente inferior como meio para armazenar e transmitir áudio:

  • 60% da informação contida na mensagem analógica original era perdida no processo de digitalização.

O que esses engenheiros não queriam ver era que, para a maioria dos utilizadores, as vantagens da tecnologia digital (pequena dimensão e baixo preço) superavam de longe as perdas muitas vezes indetetáveis da digitalização.

Os engenheiros tinham dedicado grande parte das suas vidas à tecnologia analógica e uma mudança para o digital seria obrigá-los a reduzir os seus padrões e aprender muito a partir do zero. Assim era mais fácil ver os aspetos negativos do que os positivos.

O resultado final foi que a conversão da Motorola para o digital levou muito mais tempo do que precisava. A empresa perdeu a liderança da indústria que ela tinha inventado em 1973 para uma estreante, a Nokia, e atualmente acabou sendo apenas uma marca adquirida pela chinesa Lenovo. Também a Sony, outro gigante do analógico perdeu quota de mercado devido à sua preferência pelo analógico.

Na música gravada, a substituição do Vinil (analógico e com som de melhor qualidade) pelo CD (digital) e finalmente a opção pelo streaming online foi natural porque o digital estava já connosco.

A própria invenção do telefone encontrou resistências. Ninguém achava que fosse útil.

Numa conferência sobre o uso da nova tecnologia de impressão 3D na indústria toda a gente encontrava razões para não a usar:

  • Uma jovem subiu ao pódio e disse: "Ainda bem que não vos encontrei antes. Caso contrário, a minha empresa não teria faturado 40 milhões de dólares no ano passado. Vocês estão tão ocupados olhando para o que a impressão 3D não pode fazer que preferem ignorar o que pode fazer!"

Esta reação à novidade é recorrente. A perspetiva de abandonar investimentos já feitos e ainda não amortizados é aterradora, não se assumindo que simplesmente manter o rumo conduz ao desastre.

O segredo para evitar a estagnação e a resistência à mudança é um processo em que se diz “Sim, vamos fazer”.

Este processo de SIM, VAMOS FAZER, pode ser resumido em 4 passos:

1. Reunir o conhecimento atualizado a partir do exterior.

Não confie apenas nos especialistas internos – alguns deles podem ser guardiões do status quo. Descubra quem está a fazer o quê. Fale com as universidades e insira os seus especialistas em equipas mistas de aprendizagem, mas certifique-se de que estes não dominam a discussão.

2. Dê um pequeno passo de cada vez.

Construa conhecimentos e reduza a resistência interna por meio de experiências incrementais, explore e adapte-se a novos desenvolvimentos tecnológicos ou outros.

3. Concentre-se e defina prioridades.

Nenhuma empresa pode explorar muitas possibilidades de uma só vez. Deve começar com as opções mais promissoras e viáveis, e construir a partir de cada pequena vitória.

4. Olhe para o longo prazo.

O que é que o presente prepara para o futuro? Quais os cenários possíveis? Como preparar-se para os cenários mais prováveis no futuro? Quais as alterações sociais e políticas possíveis?

A M21 Global é uma empresa de tradução com mais de 10 anos de experiência nos mercados nacional e internacional, tendo já traduzido mais de 200 milhões de palavras. Contacte-nos, ajudamos a sua empresa nos mais variados campos.

* (com contributos da Harvard Business Review)

O que é a nova Norma de Tradução ISO 17100: 2015

undefined

O que é a nova Norma de Tradução ISO 17100: 2015?

Esta norma que substitui a norma europeia EN15038 foi publicada em 1 de Maio de 2015 e especifica novos requisitos para os serviços de tradução: ISO 17100: 2015. O facto de a norma europeia ser a base da nova norma internacional demonstra a validade da EN 15038 e é também um sinal de que esta norma foi bem recebida por todos os interessados, fornecedores e clientes.
A norma apresenta os requisitos necessários para a prestação de um serviço de tradução de alta qualidade. Quais foram então as principais alterações introduzidas?

  • A nova norma fornece uma lista alargada de quarenta e duas definições relativas a diferentes conceitos relacionados com serviços de tradução, o fluxo de trabalho de tradução e tecnologia, o controle do processo de tradução, etc.
  • Considera também as ferramentas e sistemas de TI como suporte ao processo de tradução. De acordo com a norma, os tradutores e revisores, bem como prestadores de serviços de tradução devem ter o conhecimento e os recursos necessários para serem capazes de realizar as tarefas técnicas exigidas pelo projeto de tradução.
  • Distingue entre vários tipos de revisão: verificação, revisão, revisão especialista, revisão de provas e verificação final. A verificação consiste na auto-revisão global da tradução feita pelo tradutor antes da entrega. A revisão é obrigatória e deve incluir uma comparação bilingue entre os idiomas de origem e de destino. A revisão especialista é uma revisão monolingue da língua-alvo por especialista não necessariamente tradutor. A revisão de provas (proofreading) é uma revisão final antes da impressão. O gestor de projeto deve, em seguida, realizar a verificação final para confirmar que todas as especificações foram cumpridas.
  • O perfil do gestor de projeto de tradução é definido pela norma ISO 17100: 2015 como responsável por todos os aspetos do processo de produção, e os passos que devem ser levados a cabo na gestão de um projeto de tradução são também especificados.
  • Estabelece ainda os processos e as fases de um projeto de tradução. Distingue entre pré-produção, produção e processos de pós-produção, bem como proporciona a composição de cada uma das atividades envolvidas em cada fase.


A nova norma inclui seis anexos informativos com sugestões, como especificações contratuais, tecnologias de tradução ou registos de gestão e relatórios. A partir da data da sua publicação, as organizações devem ser certificadas de acordo com a ISO 17100: 2015.

Algumas notas sobre a tradução escrita

 undefined

Algumas óbvias e por vezes esquecidas notas sobre a tradução escrita:

  • Não traduzir nomes nem moradas. Se alguma destas coisas é traduzida, ainda que parcialmente, pode transmitir a ideia de que foi usada tradução automática.
  • Contudo, em roteiros turísticos, temas históricos e até tecnocientíficos, pode ser necessária a tradução de nomes, monumentos, lugares. Uma prática recomendada é incluir a tradução imediatamente a seguir ao nome original entre parêntesis retos e em itálico. Assim se esclarece o leitor sobre o seu significado sem atraiçoar a qualidade do texto.
  • Traduzir a ideia em cada frase e não as palavras. Para obter este objetivo o tradutor tem de conhecer bem o tema ou tem de o estudar antes de iniciar a tradução. A pesquisa deve ser orientada, em primeiro lugar, para obter conhecimento sobre o tema e só secundariamente para perceber uma frase ou expressão. Esta pesquisa isolada, efetuada sem conhecimento do tema, é traiçoeira pois o resultado pode não ser aplicável ao tema em tradução.
  • Crie um Glossário antes de iniciar a tradução. Se usa uma CAT insira nesta o glossário e garanta mais facilmente a consistência do tradução.
  • Depois de terminada a tradução faça a sua própria revisão. Agora já possui uma visão geral do texto traduzido e encontrará falhas a corrigir. Se não fizer isto não cumpre os mínimos para ser tradutor.
  • Se é um tema especializado este deve ser revisto por um especialista do tema que em geral não é tradutor. Tal como o jornalista, o tradutor é um generalista, especialista em comunicação. Este passo encarece muito a tradução e o cliente deve ser informado da sua necessidade.
  • Não traduza para uma língua que não seja a sua língua materna. Será fatalmente atraiçoado pelas subtilezas da linguagem. Se o fizer peça a um nativo com instrução superior para o rever. É frequente haver nativos pouco qualificados a traduzir.
  • Se é um tradutor que reside nutro país onde não se fala a sua língua materna, mantenha estreito contacto com o seu país natal, passando lá algumas temporadas. Leia revistas oriundas do seu país para se manter atualizado.
  • Nunca aceite um projeto quando duvide da sua capacidade ou do tempo de que dispõe para o realizar. É prejudicial para todos especialmente para si.
  • Procurar emular o estilo do autor. Este esforço não deve contudo ofuscar o essencial: a precisão e a clareza.

A Multilingues simplificou e agora é a M21 Global – e temos orçamentos instantâneos

ORÇAMENTO IMEDIATO

Simplificamos também a vida dos nossos clientes, oferecemos agora online no nosso site www.m21global.com a possibilidade de obter de imediato um orçamento de tradução com vários prazos à escolha e os preços correspondentes.

SIMULAÇÃO DE ORÇAMENTOS
Ou pode fazer apenas simulações para avaliar custos e prazos. Se encontrar uma opção interessante pode adjudicar de imediato.
Esta facilidade permite ao cliente ajustar o seu pedido de tradução ao orçamento disponível e poupar tempo e paciência em vez de enviar e receber múltiplos emails até encontrar a opção mais adequada.
Permite-lhe ainda comparar preços com outras empresas de tradução.

Ano novo, vida nova?

undefined

designed by openclipart.org

Estivemos silenciosos desde a nossa última mensagem, mas por uma boa razão! A M21 Global tem estado muito ocupada, resultando que em Janeiro de 2015 atingiu uma faturação mensal excelente apenas ultrapassada pelos resultados de 2010.

Em parte devida à procura crescente de traduções num mundo cada vez mais globalizado, e a forte presença da M21 Global neste setor, e claro, ao esforço contínuo dos nossos colaboradores internos, os gestores de projeto, informáticos e tradutores, como externos, as centenas de tradutores e revisores com quem trabalhamos.


E a sua empresa? Tem sentido melhorias neste novo ano de 2015? Será um sinal da retoma da economia em Portugal?

Como é que os portugueses usam as redes sociais?

undefinedAs redes sociais são incontornáveis como ferramentas de marketing e comunicação das empresas e é importante ter conhecimento sobre como são utilizadas.

A rede social mais utilizada pelos portugueses é o Facebook com 96% de utilizadores, seguido pelo Google+ (41%). O smartphone é usado por 26% para aceder às redes sociais entre as 13h00 e as 15h00 e 27% abandonou uma rede social no último ano.


Entre os utilizadores de redes sociais, 71% segue marcas e 11% considera que o facto de seguir ou ser fã de uma empresa ou marca nas redes sociais tem muita influência nas opções de compra da marca.


A Nike é a marca com mais fãs no Facebook e a Apple foi responsável por 10% do buzz social do semestre. Além disso, foram feitas mais de um milhão de menções a marcas no 1º semestre deste ano nos social media, maioritariamente no Twiiter, seguido pelo Facebook


Estes são exemplos das conclusões retiradas do estudo “Os Portugueses e as Redes Sociais 2014”, realizado pela Marktest Consulting e que utilizou uma base de 819 entrevistas online efetuadas a residentes em Portugal Continental, com idades entre os 15 e os 64 anos, de 3 a 29 de Setembro de 2014.


Fonte: //www.marktest.com/wap/a/p/id~134.aspx#

Fique em Ctrl

undefined

designed by Freepik.com

Carregar na tecla “Control” pode aumentar a velocidade com que trabalha e, consequentemente, a sua produtividade. Para começar, escreva os atalhos num papel e coloque-o junto ao seu PC.

Se persistir em usar os atalhos vai conseguir memorizá-los e usá-los naturalmente no seu quotidiano. Fizemos uma compilação para Word e aplicações do Windows. Deixamos os atalhos referentes ao Internet Explorer, Outlook e Excel para um post seguinte.


WORD
Ctrl + C
Copia texto selecionado

Ctrl + V
Cola texto selecionado

Ctrl + 1, 2 ou 5
Permite definir o espaçamento entre linhas: simples, duplo ou 1,5 linha

Ctrl + D
Abre janela de formatação de fonte

Ctrl + End
Vai para fim do documento

Ctrl + T
Seleciona todo o texto

Ctrl + I, N ou S
Nos teclados em português aplica itálico, negrito ou sublinhado na palavra selecionada

Ctrl + U
Localiza e substitui palavras ou expressões

Alt + Ctrl + F
Insere nota de rodapé, para referências ou bibliografia

Alt + Ctrl + I, O, P ou N
Altera modo de visualização da página

Alt + Ctrl + Y
Vai para início da página seguinte

Alt + Ctrl + M
Insere comentário

Ctrl + Del ou backspace
Apaga palavra seguinte ou anterior

Ctrl + Shift + C ou V
Copia ou cola formatação de fontes

Ctrl + Home
Vai para o início do documento

Ctrl +
aplica sobrescrito


Aplicações do Windows:

Ctrl + Esc
Abre menu Iniciar

Ctrl + F4
Fecha janela de programa

Ctrl + Z
Desfaz última ação

Ctrl + F4
Para fechar documentos

Ctrl + F12
Para abrir documentos



O que fazer numa emergência no trabalho?

undefined

designed by Freepik.com

Os acidentes acontecem e são geralmente imprevisíveis. Sabe o que fazer em situações de emergência que possam ocorrer no local de trabalho? Relembre alguns dos procedimentos mais comuns de prevenção:

1- Atenção à corrente elétrica:
Sempre que sair do seu local de trabalho, desligue os equipamentos elétricos
Assegure, se possível, que as tomadas têm ligação terra.
Confirme que os cabos e instrumentos elétricos estão em bom estado de conservação
2- Evite os incêndios
Os papéis e outros materiais inflamáveis devem estar afastados de fontes de calor como aquecedores ou lâmpadas
Os fumadores devem fumar apenas nos espaços permitidos e evitar deixar as pontas dos cigarros, ou cinzas, nos cestos do lixo
3- Plano de emergência
Ter uma mala de primeiros-socorros e verificar periodicamente que os seus elementos estão dentro do prazo de validade
Fazer uma lista de números de telefone de emergência e colocá-la num local acessível e sempre visível. Gravá-los também nos contatos dos telemóveis
É importante que seja criado e treinado o plano de ações em caso de emergência
Saiba onde se situam e como se utilizam os extintores
Verifique periodicamente as condições dos materiais de segurança

E, quando o acidente acontece é importante saber o que deve (e não deve) fazer. Deixamos indicações para os casos de incêndio, explosão ou sismos:

1- Se detetar um incêndio deve telefonar de imediato para os bombeiros e alertar as pessoas para que saiam do edifício de um modo seguro
2- Ao tentar sair de uma sala, verifique se há fumo por baixo da porta e se esta está quente
3- Para não inalar tanto fumo, deve baixar-se o mais possível
4- Opte sempre pelas escadas
5- No caso de sismo afaste-se de móveis que possam cair, candeeiros, vidros e espelhos
6- Procure abrigo debaixo de uma mesa, num canto da divisão ou num vão de uma porta interior
7- Se a corrente elétrica se desligar não acenda fósforos, isqueiros e velas

M21 Global: distinção face à concorrência

undefined

“Ficámos bastante satisfeitos com a rapidez e qualidade do trabalho desenvolvido. Desde o acompanhamento do processo à simpatia, a M21 Global é uma empresa que se distingue face à concorrência”, afirma Sara Costa e Sena, representante da empresa Albino Dias de Andrade (ADA) no seguimento dos projetos de tradução desenvolvidos pela M21 Global.

A ADA é a casa-mãe de um conglomerado de empresas do sector têxtil transformador, que se dedica à produção e comercialização de dispositivos médicos e de conforto, como compressas em tecido gaze e em tecido-não-tecido, ligaduras elásticas, fraldas para adultos incontinentes, resguardos e afins.

Pela sua especificidade, este projeto de tradução necessitou de especial atenção ao vocabulário especializado e de um elevado nível de rigor técnico, exigências que fazem parte do quotidiano de trabalho da M21 Global.

Saiba mais sobre a nossa atividade em M21 Global

Informática: o que mais tem que saber

undefined

Num mundo profissional cada vez mais informatizado, saiba que é conveniente alargar as suas competências para além do documento em Word ou a folha de cálculo em Excel:

Comunicação- tornou-se habitual usar o Skype para fazer reuniões de trabalho, o que permite estar a interagir em tempo real com o interlocutor, poupando em tempo e custos de deslocações, pois assenta numa ligação de Internet. Pode também usar aplicações como o Viber ou o Whatsapp, tanto no PC como no smartphone, que agilizam a comunicação através de chat e voz.

Redes sociais - são cada vez mais, mas é essencial estar presente nas mais relevantes como o LinkedIn, para estabelecer a sua rede de contactos profissionais e, o Facebook, para estar ligado a amigos e familiares. Objetivo: facilita encontrar pessoas e ser encontrado, além de acelerar a velocidade de comunicação.

Transferências- muitas vezes é necessário enviar um grande volume de imagens ou informação que não consegue ser suportado pelo sistema de email. Pode recorrer a vários serviços como o WeTransfer ou SendBigFiles, bastando procurá-los no motor de busca e anexando um ficheiro em zip ou rar. Existem também as clouds e os FTP, onde pode fazer upload desses dados para que fiquem disponíveis para o seu destinatário.

Imagem – é importante ter capacidade para trabalhar com softwares que permitem alterar as dimensões, cores, formatos e especificações das imagens ou fotos. Deste modo consegue adaptá-las aos vários suportes, desde os websites, aos smartphones e tablets, até aos próprios envios por email

Vídeo- saber usar softwares de edição de imagem e vídeo é uma mais-valia que pode ser aplicada em todos os materiais promocionais do seu trabalho, sobretudo para o YouTube.

Adaptabilidade a softwares- cada empresa assenta num conjunto de softwares específicos para a sua atividade, sendo crucial que se consiga rapidamente adatar a eles, entendendo a sua aplicação no processo de trabalho.

Posts recentes → Home ← Posts anteriores

Sobre Nós

  • M21 Global - Translating Your Business
  • M21 Global - Translating Your Business
  • Uma das melhores empresas de tradução empregando exclusivamente tradutores nativos nas áreas da tradução técnica e jurídica , que são especialistas em variados domínios técnicos.

Pensamento

A gestão, a comunicação e a tradução estão de mãos dadas. O gestor não pode comunicar da mesma maneira com pessoas distintas. Deve adaptar o discurso ao destinatário. Isto deve ser encarado como a forma mais elaborada de tradução.